CV Resume Logo
Curriculum vitae > Como elaborar um Curriculum Vitae

Como elaborar um Curriculum Vitae

A informação que apresentar no seu CV deve ser clara, concisa e lógica. Certifique-se que não tem erros que possam confundir o leitor. Os encarregados pelo recrutamento levam cerca de 10 segundos a olhar para o seu CV para decidir se o vão ler ou não, e cerca de 30 segundos a lê-lo para decidir se o chamam ou não para uma entrevista. NÃO SE ESQUEÇA DISTO! Para cada posição podem receber 300-400 candidaturas.

Antes de elaborar o seu CV deve perguntar a si próprio algumas questões. Escreva as respostas e depois será mais fácil formatar o CV.

- O que pensa que a empresa procura?

- Que capacidades são necessárias para um bom desempenho naquela posição?

- Que resultados alcançou e funções desempenhou em empregos anteriores que o ajudarão no novo emprego?

- Tem adequada formação académica? Tem actualizado o seu conhecimento?

- Fala outras línguas?

- Tem outras experiências de vida que o tenham ajudado a desenvolver aptidões e capacidades para resolver problemas? (viagens ao estrangeiro sozinho, trabalho voluntário numa ONG, ter responsabilidades na universidade...)

- Qual o tipo de posição ideal para si? Prefere trabalhar sozinho ou em equipa? É criativo ou prefere ser guiado num projecto?

- O que gostava no seu emprego anterior? Que aspectos preferia deixar de lado no novo emprego?

- Por que razão está a procurar um novo emprego? Seja sempre honesto nesta resposta. Não é necessário mentir, mas também não é necessário dar todos os detalhes ou dizer coisas desagradáveis do emprego antigo.

- Tem períodos de inactividade na sua carreira profissional? Como os pode explicar de forma positiva? O que aprendeu e que aptidões usou? (viajar, tomar conta dos filhos, procurar trabalho durante muito tempo...)

Organize as suas respostas deste modo:

1. Qual é o meu objectivo? Que nível de responsabilidade procuro?

2. Resumo das capacidades, aptidões adquiridas e competências.

3. Experiência.

4. Estudos/Formação.

5. Uso de programas informáticos/ Internet

6. Línguas

7. Pontos de interesse que queira realçar: interesses, trabalho voluntário...

Quando elaborar o seu CV deve ter presente o que quer transmitir com ele: a informação contida no curriculum vitae deve ser relevante. Só é necessário reflectir os seus interesses e hobbies se eles forem relevantes para a posição à qual se está a candidatar. Por exemplo, se gosta de ler e a posição é nos media, ou se gosta de desporto e a posição é numa empresa desportiva.

Se é voluntário de alguma instituição e ajuda pessoas mas se está a candidatar a uma posição de vendas, é possível que o recrutador pense que não vai ser competitivo o suficiente para a área comercial onde as pessoas geralmente são postas em segundo plano, depois dos alvos e objectivos de vendas.